Home > Banco de Questões > História > Brasil Colônia >

Guerra dos Emboabas

Lista de 05 exercícios de História do Brasil com gabarito sobre o tema Guerra dos Emboabas com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: Revoltas Nativistas.





01. (Cesgranrio) A colonização brasileira foi sempre marcada por confrontos que refletiam a diversidade de interesses presentes na sociedade colonial como pode ser observado nos(as):

  1. conflitos internos, sem conteúdo emancipacionista, como as Guerras dos Emboabas e dos Mascates.
  2. ideais monárquicos e democráticos defendidos pelos mineradores e agricultores na Conjuração Mineira.
  3. projetos imperiais adotados pela Revolução Pernambucana de 1817 por influência da burocracia lusitana.
  4. reações contrárias aos monopólios, como na Conjuração Baiana, organizada pelos comerciantes locais.
  5. características nacionalistas de todos os movimentos ocorridos no período colonial, como nas Revoltas do Rio de Janeiro e de Beckman.

02. (FGV) Antunes voltou ao capão e transmitiu a seus companheiros as promessas de Bento. Os paulistas sairam dos matos aos poucos, depondo as armas. Muitos não passavam de meninos; outros eram bastante velhos. Sujos, magros, cambaleavam, apoiavam-se em seus companheiros. Estendiam a mao, ajoelhados, suplicando por água e comida. Bento fez com que os paulistas se reunissem numa clareira para receber agua e comida. Os emboabas sairam da circunvalação, formando-se em torno dos prisioneiros. Bento deu ordem de fogo. Os paulistas que não morreram pelos tiros foram sacrificados a golpes de espada.

(Ana Miranda, O retrato do rei)

O texto trata do chamado Capão da Traição, episódio que faz parte da Guerra dos Emboabas, que se constituiu

  1. em um conflito opondo paulistas e forasteiros pelo controle das áreas de mineração e tensões relacionadas com o comércio e a especulação de artigos de consumo como a carne de gado, controlada pelos forasteiros.
  2. em uma rebelião envolvendo senhores de minas de regiões distantes dos maiores centros - como Vila Rica - que não aceitavam a legislação portuguesa referente à distribuição das datas e a cobrança do dízimo.
  3. no primeiro movimento colonial organizado que tinha como principal objetivo separar a região das Minas Gerais do domínio do Rio de Janeiro, assim como da metrópole portuguesa, e que teve a participação de escravos.
  4. no mais importante movimento nativista da segunda metade do século XVIII, que envolveu índios cativos, escravos africanos e pequenos mineradores e faiscadores contra a criação das Casas de Fundição.
  5. na primeira rebelião ligada aos princípios do liberalismo, pois defendia reformas nas práticas coloniais e exigia que qualquer aumento nos tributos tivesse a garantia de representação política para os colonos.

03. (Unicamp-SP) Emboaba: nome indígena que significa “o estrangeiro”, atribuído aos forasteiros pelos paulistas, primeiros povoadores da região das minas. Com a descoberta do ouro em fins do século XVII, milhares de pessoas da colônia e da metrópole vieram para as minas, causando grandes tumultos. Formaram-se duas facções, paulistas e emboabas, que disputavam o governo do território, tentando impor suas próprias leis.

(Adaptado de Maria Beatriz Nizza da Silva (coord.), Dicionário da História da Colonização Portuguesa no Brasil. Lisboa: Verbo, 1994, p. 285.)

Sobre o período em questão é correto afirmar que:

  1. As disputas pelo território emboaba colocaram em confronto paulistas e mineiros, que lutaram pela posse e exploração das minas.
  2. A região das minas foi politicamente convulsionada desde sua formação, em fins do século XVII, o que explica a resistência local aos inconfidentes mineiros.
  3. A luta dos emboabas ilustra o processo de conquista de fronteiras do império português nas Américas, enquanto na África os portugueses se retiravam definitivamente no século XVIII.
  4. A monarquia portuguesa administrava territórios distintos e vários sujeitos sociais, muitos deles em disputa entre si, como paulistas e emboabas, ambos súditos da Coroa.

04. (UEMG) Leia os versos abaixo:

Canto VI

Levados de fervor, que o peito encerra

Vê os Paulistas, animosa gente,

Que o Rei procuram metal luzente

Co’as próprias mãos enriquecer o erário.

Arzão é este, é este, o temerário,

Que da casca os sertões tentou primeiro:

Vê qual despreza o nobre aventureiro,

Os laços e as traições, que lhe prepara

Do cruento gentio a fome avara.

COSTA, Claudio Manuel. Vila Rica

Os versos acima são do poema épico “Vila Rica”, de Claudio Manuel da Costa. Através deste, o poeta narra a fundação da sua vila natal, e apresenta o evento da Guerra dos Emboabas como marco do surgimento de Vila Rica.

Sobre a Guerra dos Emboabas, É CORRETO afirmar que esse episódio

  1. envolveu os paulistas, descobridores das minas, e os “forasteiros” – conhecidos como emboabas – que disputavam o controle da exploração das jazidas de ouro no sertão das Minas Gerais.
  2. foi motivado pelo interesse dos mineradores de se tornarem independentes da capitania de São Paulo e evitar que os bandeirantes continuassem a explorar as jazidas de ouro da região.
  3. tornou-se o primeiro evento na colônia que visava à expulsão dos estrangeiros e à independência política em relação a Portugal.
  4. possibilitou aos paulistas – os emboabas – a garantia da posse das minas de ouro e a consequente expulsão dos estrangeiros da região das minas.

05. (UNITAU) Analise as afirmações abaixo sobre a Guerra dos Emboabas:

I. A concentração populacional na região das Minas Gerais não tardou a provocar tensões sociais. Os paulistas opunham-se aos demais forasteiros que chegavam à região, pois eram os pioneiros e porque a zona do ouro fazia parte da Capitania de São Vicente.

II. Os paulistas eram conhecidos como emboabas, palavra de origem tupi que servia para designar os que haviam nascido na região. O principal chefe dos emboabas foi Manuel de Borba Gato.

III. Em 1709, ocorreu uma sangrenta matança de diversos emboabas, no chamado Capão da Traição, por um exército paulista de mil homens, comandados por Bento do Amaral Coutinho.

IV. Manuel de Borba Gato (intendente das minas) chefiou os paulistas, e Manuel Nunes Viana, os emboabas.

V. Procurando acabar com o conflito, a Coroa portuguesa interveio na região e passou a exercer austero controle econômico das minas. Em julho de 1711, D. João V elevou São Paulo à categoria de cidade, separando-a administrativamente da região das minas.

Assinale a alternativa que apresenta afirmativas CORRETAS:

  1. I, II e III.
  2. I, II e IV.
  3. I, III e V.
  4. I, IV e V.
  5. II, III e IV.