Home > Banco de Questões > Biologia > Histologia >

Tecido Epitelial Glandular

Lista de 10 exercícios de Biologia com gabarito sobre o tema Tecido Epitelial Glandular com questões de Vestibulares.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: Histologia.





01. (UFRGS) As glândulas sudoríparas contribuem para a manutenção da temperatura corporal. Essas glândulas são

  1. pluricelulares, apócrinas e endócrinas.
  2. pluricelulares, merócrinas e exócrinas.
  3. pluricelulares, holócrinas e mistas.
  4. unicelulares, apócrinas e exócrinas.
  5. unicelulares, merócrinas e mistas.

02. (UDESC) As glândulas são agrupamentos de células especializadas na produção de substâncias úteis ao organismo humano. Assinale a alternativa correta quanto ao exemplo de glândula e sua morfologia.

  1. O testículo é um exemplo de glândula endócrina, pois a glândula endócrina possui um canal ou ducto por onde sai a secreção, que faz uma comunicação com o epitélio que a originou.
  2. A glândula hipófise é um exemplo de glândula exócrina, pois a glândula exócrina possui um canal ou ducto por onde sai a secreção, que faz uma comunicação com o epitélio que a originou.
  3. A glândula tireoide é um exemplo de glândula exócrina, pois a glândula exócrina possui um canal ou ducto por onde sai a secreção, que faz uma comunicação com o epitélio que a originou.
  4. A glândula paratireoide é um exemplo de glândula endócrina, pois a glândula endócrina não possui um canal ou ducto de comunicação com o epitélio que a originou; ela lança seu produto de secreção em capilares sanguíneos.
  5. A suprarrenal é uma glândula anfícrina ou mista, pois apresenta partes endócrinas e exócrinas.

03. (UEA) As glândulas mamárias estão presentes em todas as espécies de mamíferos e são diretamente responsáveis pela produção e ejeção do leite, alimento fornecido pelas fêmeas aos seus filhotes em suas etapas iniciais da vida.

A glândula mamária é classificada como

  1. uma estrutura endócrina organizada em sistemas.
  2. uma estrutura unicelular organizada em tecidos.
  3. um tecido formado por células especializadas.
  4. um sistema fisiológico formado por diversos órgãos.
  5. um órgão formado por tecidos secretores.

04. (UNIFESO) O tecido glandular forma glândulas que, dependendo do tipo de secreção que apresentam, podem ser classificadas como: exócrinas, endócrinas ou anfícrinas.

Com relação à origem desses três tipos de glândulas, analise as afirmativas a seguir.

I. Podem ser originadas do ectoderma.

II. Podem ser originadas do mesoderma.

III. Podem ser originadas do endoderma.

Assinale:

  1. se somente a afirmativa I estiver correta.
  2. se somente a afirmativa II estiver correta.
  3. se somente a afirmativa III estiver correta.
  4. se somente as afirmativas I e II estiverem corretas.
  5. se todas as afirmativas estiverem corretas.

05. (UERR) O tecido epitelial de revestimento reveste os órgãos externa ou internamente. Este tipo de tecido epitelial pode ser classificado de acordo com o número de camadas de células que apresenta. Associe o tipo de tecido quanto ao número de camadas:

1- Epitélio pseudoestratificado

2- Epitélio estratificado

3- Epitélio simples

( ) Constituído por uma camada de células.

( ) Constituído por uma camada de células com núcleos em diferentes alturas, aparentando formar várias camadas.

( ) Constituído por várias camadas de células.

Assinale a sequência correta:

  1. 3, 2, 1
  2. 1, 2, 3
  3. 2, 3, 1
  4. 3, 1, 2
  5. 2, 1, 3

06. (UFRR) Escolha a alternativa que melhor completa a frase:

As células do tecido epitelial glandular produzem substâncias chamadas de secreções, que podem ser utilizadas em outras partes do corpo ou eliminadas do organismo. Essas secreções podem ser ___(1)___, quando espessas e ricas em muco; ___(2)___, quando fluidas e ricas em proteínas; ou ___(3)___, quando secreções mucosas e serosas ocorrem juntas.

  1. (1) exócrinas ─ (2) mistas ─ (3) endócrinas.
  2. (1) mistas ─ (2) mucosas ─ (3) serosas.
  3. (1) acinosa ─ (2) tubulosa ─ (3) túbuloacinosa.
  4. (1) mucosas ─ (2) serosas ─ (3) mistas.
  5. (1) mistas ─ (2) exócrinas ─ (3) endócrinas.

07. (URCA) De uma maneira geral, as glândulas são classificadas em dois tipos básicos: Endócrinas e exócrinas.

Essas últimas são caracterizadas por:

  1. Liberar suas secreções diretamente na corrente sanguínea;
  2. Liberar suas secreções por meio de ductos para o interior dos vasos sanguíneos;
  3. Liberar hormônio;
  4. Liberar substâncias percussoras componentes dos hormônios;
  5. Liberar secreções para fora do corpo ou para o interior de cavidades de órgãos.

08. (EMESCAM) A acne é um tipo de afecção da pele, muito comum nos adolescentes, que se caracteriza por uma produção muito aumentada de sebo, causando um acúmulo dessa secreção no interior dos ductos das glândulas secretoras. Por contaminação do sebo pela bactéria P. acnes podem surgir pústulas, com conteúdo de pus, na pele da face, do dorso e do tórax.

As glândulas que produzem o sebo são classificadas como

  1. apócrinas.
  2. holócrinas.
  3. merócrinas.
  4. écrinas.
  5. parácrinas.

09. (Unaerp) A tireoide e as adrenais são glândulas endócrinas extremamente importantes para o corpo humano. Sabe-se também que as adrenais são divididas em região medular e cortical. Os folhetos embrionários primordiais responsáveis por originar a tireoide, a região medular da adrenal e a região cortical da adrenal são, respectivamente,

  1. endoderma, ectoderma e mesoderma.
  2. ectoderma, endoderma e mesoderma.
  3. endoderma, mesoderma e ectoderma.
  4. mesoderma, ectoderma e endoderma.
  5. mesoderma, mesoderma e ectoderma.

10. (EMESCAM) A característica microscópica que define uma glândula exócrina é a presença de

  1. grânulos de secreção armazenados no domínio apical da célula secretora.
  2. células mioepiteliais entre as células secretoras e a lâmina basal.
  3. ácinos serosos e mucosos constituindo a porção secretora ou adenômero da glândula.
  4. ductos que transportam os produtos da secreção desde as células secretoras até a superfície corporal ou uma cavidade do organismo.
  5. células prismáticas no sistema de ductos capazes de transportar sódio e água para concentrar a secreção.





.