Home > Banco de Questões > Geografia >

Urbanização I

Lista de 20 exercícios de Geografia com gabarito sobre o tema Urbanização com questões do Enem.





01. (Enem 2019) A cidade medieval é, antes de mais nada, uma sociedade da abundância, concentrada num pequeno espaço em meio a vastas regiões pouco povoadas. Em seguida, é um lugar de produção e de trocas, onde se articulam o artesanato e o comércio, sustentados por uma economia monetária. É também o centro de um sistema de valores particular, do qual emerge a prática laboriosa e criativa do trabalho, o gosto pelo negócio e pelo dinheiro, a inclinação para o luxo, o senso da beleza. É ainda um sistema de organização de um espaço fechado com muralhas, onde se penetra por portas e se caminha por ruas e praças e que é guarnecido por torres.

LE GOFF, J.; SCHMITT, J.-C. Dicionário temático do Ocidente Medieval. Bauru: Edusc, 2006.

No texto, o espaço descrito se caracteriza pela associação entre a ampliação das atividades urbanas e a

  1. emancipação do poder hegemônico da realeza.
  2. aceitação das práticas usurárias dos religiosos.
  3. independência da produção alimentar dos campos.
  4. superação do ordenamento corporativo dos ofícios.
  5. permanência dos elementos arquitetônicos de proteção.

2. (Enem 2019) A hospitalidade pura consiste em acolher aquele que chega antes de lhe impor condições, antes de saber e indagar o que quer que seja, ainda que seja um nome ou um "documento" de identidade. Mas ela também supõe que se dirija a ele, de maneira singular, chamando-o portanto e reconhecendo-he um nome proprio: "Como você se chama?" A hospitalidade consiste em fazer tudo para se dirigir ao outro, em Ihe conceder, até mesmo perguntar seu nome, evitando que essa pergunta se torne uma "condição", um inquérito policial, um fichamento ou um simples controle das fronteiras. Uma arte e uma poética, mas também toda uma politica dependem disso, toda uma ética se decide ai

DERRIDA, J. Papel-máquina. S8o Paulo: Estação Liberdade, 2004 (adaptado)

Associado ao contexto migratório contemporaneo, o conceito de hospitalidade proposto pelo autor impõe a

  1. necessidade de anulação da diferença.
  2. cristalização da biografia.
  3. incorporação da alteridade.
  4. supressão da comunicação.
  5. verificacão da proveniència

3. (Enem 2019) Localizado a 160 km da cidade de Porto Velho (capital do estado de Rondônia), nos limites da Reserva Extrativista Jaci-Paraná e Terra Indígena Karipunas, o povoado de União Bandeirantes surgiu em 2000 a partir de movimentos de camponeses, madeireiros, pecuaristas e grileiros que, à revelia do ordenamento territorial e diante da passividade governamental, demarcaram e invadiram terras na área rural fundando a vila. Atualmente, constitui-se na região de maior produção agrícola e leiteira do município de Porto Velho, fornecendo, inclusive, alimentos para a Hidrelétrica de Jirau.

SILVA, R.G. C.Amazónia globalizada-o exemplo de Rondonia. Confins, n. 23,2015 (adaptado)

A dinâmica de ocupação teritorial descrita foi decorente da

  1. mecanização do processo produtivo.
  2. adocão da colonização dirigida.
  3. realização de reforma agrária.
  4. ampliacão de franjas urbanas
  5. expansão de frentes pioneiras

4. (Enem PPL 2019) A cidade

E a situação sempre mais ou menos,

Sempre uns com mais e outros com menos.

A cidade não para, a cidade só cresce

CHICO SCIENCE e Nação Zumbi. In: Da lama ao caos. Rio de Janeiro: Chaos; Sony Music, 1994 (fragmento).

A letra da canção do início dos anos 1990 destaca uma questão presente nos centros urbanos brasileiros que se refere ao(à)

  1. déficit de transporte público.
  2. estagnação do setor terciário.
  3. controle das taxas de natalidade.
  4. elevação dos índices de criminalidade.
  5. desigualdade da distribuição de renda.

5. (Enem PPL 2019) O consumo da habitação, em especial aquela dotada de atributos especiais no espaço urbano, contribui para o entendimento do fenômeno, pois certas áreas tornam-se alvos de operações comerciais de prestígio com a produção e/ou a renovação de construções, diferente de outras porções da cidade, dotadas de menor infraestrutura.

SANTOS, A. R. O consumo da habitação de luxo no espaço urbano parisiense. Confins, n. 23, 2015 (adaptado).

O conceito que define o processo descrito denomina-se

  1. escala cartográfica.
  2. conurbação metropolitana.
  3. território nacional.
  4. especulação imobiliária.
  5. paisagem natural.

6. (Enem PPL 2019) Estima-se que no Brasil mais de 20% da população tenha algum tipo de dificuldade de locomoção, seja por deficiência física, motora, sensorial ou mesmo por uma condição específica transitória. Para que essa parcela da população exerça plenamente o seu direito constitucional de ir e vir, os sistemas de transporte têm de apresentar características adequadas de acessibilidade, dentro dos conceitos do desenho universal.

IPEA. Políticas de melhoria das condições de acessibilidade do transporte urbano no Brasil. Rio de Janeiro: Ipea, 2015.

No meio urbano, o atendimento da proposta de inclusão social apresentada no texto demanda um conjunto de intervenções técnicas que promovam o(a)

  1. ocupação de áreas periféricas.
  2. democratização do espaço público.
  3. alargamento da malha de rodovias.
  4. monitoramento de fluxos populacionais.
  5. expansão de sistemas de comunicação.

7. (Enem PPL 2017) As intervenções da urbanização, com a modificação das formas ou substituição de materiais superficiais, alteram de maneira radical e irreversível os processos hidrodinâmicos nos sistemas geomorfológicos, sobretudo no meio tropical úmido, em que a dinâmica de circulação de água desempenha papel fundamental.

GUERRA, A. J. T.; JORGE, M. C. O. Processos erosivos e recuperação de áreas degradadas. São Paulo: Oficina de Textos, 2013 (adaptado).

Nesse contexto, a influência da urbanização, por meio das intervenções técnicas nesse ambiente, favorece o

  1. abastecimento do lençol freático.
  2. escoamento superficial concentrado.
  3. acontecimento da evapotranspiração.
  4. movimento de água em subsuperfície.
  5. armazenamento das bacias hidrográficas.

8. (Enem PPL 2017) Está cada vez mais difícil delimitar o que é rural e o que é urbano. Pode-se dizer que o rural hoje só pode ser entendido como um continuum do urbano do ponto de vista espacial; e do ponto de vista da organização da atividade econômica, as cidades não podem mais ser identificadas apenas com a atividade industrial, nem os campos com a agricultura e a pecuária.

SILVA, J. G. O novo rural brasileiro. Nova Economia, n. 7, maio 1997.

As articulações espaciais tratadas no texto resultam do(a)

  1. aumento da geração de riquezas nas propriedades agrícolas.
  2. crescimento da oferta de empregos nas áreas cultiváveis.
  3. integração dos diferentes lugares nas cadeias produtivas.
  4. redução das desigualdades sociais nas regiões agrárias.
  5. ocorrência de crises financeiras nos grandes centros.

9. (Enem 2016) O Rio de Janeiro tem projeção imediata no próprio estado e no Espírito Santo, em parcela do sul do estado da Bahia, e na Zona da Mata, em Minas Gerais, onde tem influência dividida com Belo Horizonte. Compõem a rede urbana do Rio de Janeiro, entre outras cidades: Vitória, Juiz de Fora, Cachoeiro de Itapemirim, Campos dos Goytacazes, Volta Redonda - Barra Mansa, Teixeira de Freitas, Angra dos Reis e Teresópolis.

Disponível em: http://ibge.gov.br. Acesso em: 9 jul. 2015 (adaptado).

O conceito que expressa a relação entre o espaço apresentado e a cidade do Rio de Janeiro é:

  1. Frente pioneira.
  2. Zona de transição.
  3. Região polarizada.
  4. Área de conurbação.
  5. Periferia metropolitana.

10. (Enem PPL 2016 - 3ª Aplicação) O aparecimento da pólis, situado entre os séculos VIII e VII a.C., constitui, na história do pensamento grego, um acontecimento decisivo. Certamente, no plano intelectual como no domínio das instituições, a vida social e as relações entre os homens tomam uma forma nova, cuja originalidade foi plenamente sentida pelos gregos, manifestando-se no surgimento da filosofia.

VERNANT, J.-P As origens do pensamento grego. Rio de Janeiro: Ditei, 2004 (adaptado)

Segundo Vernant, a filosofia na antiga Grécia foi resultado do(a)

  1. constituição do regime democrático.
  2. contato dos gregos com outros povos.
  3. desenvolvimento no campo das navegações.
  4. aparecimento de novas instituições religiosas.
  5. surgimento da cidade como organização social.

11. (Enem PPL 2015) A humanidade conhece, atualmente, um fenômeno espacial novo: pela primeira vez na história humana, a população urbana ultrapassa a rural no mundo. Todavia, a urbanização é diferenciada entre os continentes.

DURAND, M. F. et al. Atlas da mundialização: compreender o espaço mundial contemporâneo. São Paulo: Saraiva, 2009

No texto, faz-se referência a um processo espacial de escala mundial. Um indicador das diferenças continentais desse processo espacial está presente em:

  1. Orientação política de governos locais.
  2. Composição religiosa de povos originais.
  3. Tamanho desigual dos espaços ocupados.
  4. Distribuição etária dos habitantes do território.
  5. Grau de modernização de atividades econômicas.

12. (Enem 2014) No século XIX, o preço mais alto dos terrenos situados no centro das cidades é causa da especialização dos bairros e de sua diferenciação social. Muitas pessoas, que não têm meios de pagar os altos aluguéis dos bairros elegantes, são progressivamente rejeitadas para a periferia, como os subúrbios e os bairros mais afastados.

RÉMOND, R. O século XIX. São Paulo: Cultrix, 1989 (adaptado).

Uma consequência geográfica do processo socioespacial descrito no texto é a

  1. criação de condomínios fechados de moradia.
  2. decadência das áreas centrais de comércio popular.
  3. aceleração do processo conhecido como cercamento.
  4. ampliação do tempo de deslocamento diário da população.
  5. contenção da ocupação de espaços sem infraestrutura satisfatória.

13. (Enem 2014 - 3ª Aplicação) 0 mundo dos fatos geográficos inclui não somente o clima, as propriedades agrícolas, os povoamentos e as nações-estados, mas também os sentimentos, os conceitos e as teorias geográficas.

TUAN, Y. Geografia Humanística. In: CHRISTOFOLETTI, A. Perspectivas da Geografia. São Paulo: DIFEL, 1985.

O texto apresenta uma perspective de analise das mudanças espaciais a partir de outros fatores que não apenas os físicos e sociais, onde

  1. a analise do espaço geográfico compreende os aspectos físicos, sociais e simbólicos que incidem sobre a produção das paisagens humanas.
  2. os aspectos físicos da paisagem, como o clima, revelam a dinâmica dos fatos geográficos compreendidos por uma pluralidade conceitual.
  3. a dimensão simbólica do espaço, apreendida pelos sentimentos, constitui uma nova percepção espacial no instante em que revelam as propriedades das paisagens.
  4. para se apreender o espaço geográfico em sua totalidade, a necessário identificar os aspectos físicos da paisagem expressos no clima, povoamento e use do solo.
  5. o mundo dos fatos geográficos constitui-se de elementos simbólicos apreendidos pelas teorias e conceitos geográficos que revelam a complexidade da dimensão espacial.

14. (Enem 2014)

O fluxo migratório representando está associado ao processo de

O fluxo migratório representando está associado ao processo de

  1. fuga de áreas degradadas.
  2. inversão da hierarquia urbana.
  3. busca por amenidades ambientais.
  4. conurbação entre municípios contíguos.
  5. descontração dos investimentos produtivos.

15. (Enem PPL 2014) Uma cidade que reduz emissões, eletrifica com energia solar seus estádios, mas deixa bairros sem saneamento básico, sem assistência médica e sem escola de qualidade nunca será sustentável. A mudança do regime de chuvas, que já ocorre por causa da mudança climática, faz com que inundações em áreas com esgoto e lixões a céu aberto propaguem doenças das quais o sistema de saúde não cuidará apropriadamente.

ABRANCHES, S. A sustentabilidade é humana e ecológica. Disponível em: www.ecopolitica. com.br. Acesso em: 30 jul. 2012 (adaptado).

Problematizando a noção de sustentabilidade, o argumento apresentado no texto sugere que o(a)

  1. tecnologia verde é necessária ao planejamento urbano.
  2. mudança climática é provocada pelo crescimento das cidades.
  3. consumo consciente é característico de cidades sustentáveis.
  4. desenvolvimento urbano é incompatível com a preservação ambiental.
  5. desenvolvimento social é condição para o desenvolvimento sustentável.

16. (Enem 2014)

A charge, datada de 1910, ao retratar a implantação da rede telefônica no Brasil, indica que esta

  1. permitiria aos ı́ndios se apropriarem da telefonia móvel.
  2. ampliaria o contato entre a diversidade de povos indı́genas.
  3. faria a comunicação sem ruı́dos entre grupos sociais distintos.
  4. restringiria a sua área de atendimento aos estados do norte do paı́s.
  5. possibilitaria a integração das diferentes regiões do território nacional.

17. (Enem 2014)

Considerando-se a dinâmica entre tecnologia e organização do trabalho, a representação contida no cartum é caracterizada pelo pessimismo em relação à

  1. ideia de progresso.
  2. concentração do capital.
  3. noção de sustentabilidade.
  4. organização dos sindicatos.
  5. obsolescência dos equipamentos.

18. (Enem 2014) No século XIX, o preço mais alto dos terrenos situados no centro das cidades é causa da especialização dos bairros e de sua diferenciação social. Muitas pessoas, que não têm meios de pagar os altos aluguéis dos bairros elegantes, são progressivamente rejeitadas para a periferia, como os subúrbios e os bairros mais afastados.

RÉMOND, R. O século XIX. São Paulo: Cultrix, 1989 (adaptado).

Uma consequência geográfica do processo socioespacial descrito no texto é a

  1. criação de condomı́nios fechados de moradia.
  2. decadência das áreas centrais de comércio popular.
  3. aceleração do processo conhecido como cercamento.
  4. ampliação do tempo de deslocamento diário da população.
  5. contenção da ocupação de espaços sem infraestrutura satisfatória.

19. (Enem 2014) A urbanização brasileira, no inı́cio da segunda metade do século XX, promoveu uma radical alteração nas cidades. Ruas foram alargadas, túneis e viadutos foram construı́dos. O bonde foi a primeira vı́tima fatal. O destino do sistema ferroviário não foi muito diferente. O transporte coletivo saiu definitivamente dos trilhos.

JANOT, L. F. A caminho de Guaratiba. Disponı́vel em: www.iab.org.br. Acesso em: 9 jan. 2014 (adaptado).

A relação entre transportes e urbanização é explicada, no texto, pela

  1. retirada dos investimentos estatais aplicados em transporte de massa.
  2. demanda por transporte individual ocasionada pela expansão da mancha urbana.
  3. presença hegemônica do transporte alternativo localizado nas periferias das cidades.
  4. aglomeração do espaço urbano metropolitano impedindo a construção do transporte metroviário.
  5. predominância do transporte rodoviário associado à penetração das multinacionais automobilı́sticas.

20. (Enem 2013) O servo pertence à terra e rende frutos ao dono da terra. O operário urbano livre, ao contrário, vende–se a si mesmo e, além disso, por partes. Vende em leilão 8,10,12,15 horas da sua vida, dia após dia, a quem melhor pagar, ao proprietário das matérias–primas, dos instrumentos de trabalho e dos meios de subsistência, isto é, ao capitalista.

MARX, K. Trabalho assalariado e capital & salário, preço e lucro. São Paulo: Expressão Popular, 2010.

O texto indica que houve uma transformação dos espaços urbanos e rurais com a implementação do sistema capitalista, devido às mudanças tecnossociais ligadas ao

  1. desenvolvimento agrário e ao regime de servidão.
  2. aumento da produção rural, que fixou a população nesse meio.
  3. desenvolvimento das zonas urbanas e às novas relações de trabalho.
  4. aumento populacional das cidades associado ao regime de servidão.
  5. desenvolvimento da produção urbana associada às relações servis de trabalho.


.