Home > Banco de Questões > Fisica >

Dinâmica I

Lista de 16 exercícios de Física com gabarito sobre o tema Dinâmica I com questões do Enem.

Confira as videoaulas, teoria e questões sobre: Física.





01. (ENEM PPL 2020) Um caminhão de massa 5 toneladas, carregado com carga de 3 toneladas, tem eixos articulados que permitem fazer o uso de 4 a 12 pneus (aos pares) simultaneamente. O número de pneus em contato com o solo é determinado a fim de que a pressão exercida por cada pneu contra o solo não supere o dobro da pressão atmosférica. A área de contato entre cada pneu e o asfalto equivale à área de um retângulo de lados 20 cm e 30 cm. Considere a aceleração da gravidade local igual a 10 m s−2 e a pressão atmosférica de 105 Pa.

O menor número de pneus em contato com o solo que o caminhão deverá usar é

  1. 4.
  2. 6.
  3. 8.
  4. 10.
  5. 12.

2. (Enem 2019) Slackline é um esporte no qual o atleta deve se equilibrar e executar manobras estando sobre uma fita esticada. Para a prática do esporte, as duas extremidades da fita são fixadas de forma que ela fique a alguns centímetros do solo. Quando uma atleta de massa igual a 80 kg está exatamente no meio da fita, essa se desloca verticalmente, formando um ângulo de 10° com a horizontal, como esquematizado na figura. Sabe-se que a aceleração da gravidade é igual a 10 m s−2, cos(10°) = 0,98 e sen(10°) = 0,17.

Slackline é um esporte no qual o atleta deve se equilibrar e executar manobras estando sobre uma fita esticada.

Qual é a força que a fita exerce em cada uma das árvores por causa da presença da atleta?

  1. 4,0 × 102 N
  2. 4,1 × 102 N
  3. 8,0 × 102 N
  4. 2,4 × 103 N
  5. 4,7 × 103 N

3. (Enem 2019) Em qualquer obra de construção civil é fundamental a utilização de equipamentos de proteção individual, tal como capacetes. Por exemplo, a queda livre de um tijolo de massa 2,5 kg de uma altura de 5 m, cujo impacto contra um capacete pode durar até 0,5 s, resulta em uma força impulsiva média maior do que o peso do tijolo. Suponha que a aceleração gravitacional seja 10 m s−2 e que o efeito de resistência do ar seja desprezível.

A força impulsiva média gerada por esse impacto equivale ao peso de quantos tijolos iguais?

  1. 2
  2. 5
  3. 10
  4. 20
  5. 50

4. (Enem 2018 PPL) Com um dedo, um garoto pressiona contra a parede duas moedas, de R$ 0,10 e R$ 1,00, uma sobre a outra, mantendo-as paradas. Em contato com o dedo está a moeda de R$ 0,10 e contra a parede está a de R$ 1,00. O peso da moeda de R$ 0,10 é 0,05 N e o da de R$ 1,00 é 0,09 N. A força de atrito exercida pela parede é suficiente para impedir que as moedas caiam.

Qual é a força de atrito entre a parede e a moeda de R$ 1,00?

  1. 0,04 N
  2. 0,05 N
  3. 0,07 N
  4. 0,09 N
  5. 0,14 N

5. (Enem 2018) Em desenhos animados é comum vermos a personagem tentando impulsionar um barco soprando ar contra a vela para compensar a falta de vento. Algumas vezes usam o próprio fôlego, foles ou ventiladores. Estudantes de um laboratório didático resolveram investigar essa possibilidade. Para isso, usaram dois pequenos carros de plástico, A e B, instalaram sobre estes pequenas ventoinhas e fixaram verticalmente uma cartolina de curvatura parabólica para desempenhar uma função análoga à vela de um barco. No carro B inverteu-se o sentido da ventoinha e manteve-se a vela, a fim de manter as características físicas do barco, massa e formato da cartolina. As figuras representam os carros produzidos. A montagem do carro A busca simular a situação dos desenhos animados, pois a ventoinha está direcionada para a vela.

 Em desenhos animados é comum vermos a personagem tentando impulsionar um barco soprando ar contra a vela para compensar a falta de vento.

Com os carros orientados de acordo com as figuras, os estudantes ligaram as ventoinhas, aguardaram o fluxo de ar ficar permanente e determinaram os módulos das velocidades médias dos carros A (VA) e B (VB) para o mesmo intervalo de tempo.

A respeito das intensidades das velocidades médias e do sentido de movimento do carro A, os estudantes observaram que:

  1. VA = 0; VB >; 0; o carro A não se move.
  2. 0 < VA < < VB; o carro A se move para a direita.
  3. 0 < VA < VB; o carro A se move para a esquerda.
  4. 0 < VB < VA; o carro A se move para a direita.
  5. 0 < VB < VA; o carro A se move para a esquerda.

6. (Enem 2018) Visando a melhoria estética de um veículo, o vendedor de uma loja sugere ao consumidor que ele troque as rodas de seu automóvel de aro 15 polegadas para aro 17 polegadas, o que corresponde a um diâmetro maior do conjunto roda e pneu.

Duas consequências provocadas por essa troca de aro são:

  1. Elevar a posição do centro de massa do veículo tornando-o mais instável e aumentar a velocidade do automóvel em relação à indicada no velocímetro.
  2. Abaixar a posição do centro de massa do veículo tornando-o mais instável e diminuir a velocidade do automóvel em relação à indicada no velocímetro.
  3. Elevar a posição do centro de massa do veículo tornando-o mais estável e aumentar a velocidade do automóvel em relação à indicada no velocímetro.
  4. Abaixar a posição do centro de massa do veículo tornando-o mais estável e diminuir a velocidade do automóvel em relação à indicada no velocímetro.
  5. Elevar a posição do centro de massa do veículo tornando-o mais estável e diminuir a velocidade do automóvel em relação à indicada no velocímetro.

7. (Enem 2018) As pessoas que utilizam objetos cujo princípio de funcionamento é o mesmo do das alavancas aplicam uma força, chamada de força potente, em um dado ponto da barra, para superar ou equilibrar uma segunda força, chamada de resistente, em outro ponto da barra. Por causa das diferentes distâncias entre os pontos de aplicação das forças, potente e resistente, os seus efeitos também são diferentes. A figura mostra alguns exemplos desses objetos.

 As pessoas que utilizam objetos cujo princípio de funcionamento é o mesmo do das alavancas aplicam uma força, chamada de força potente, em um dado ponto da barra, para superar ou equilibrar uma segunda força, chamada de resistente, em outro ponto da barra.

Em qual dos objetos a força potente é maior que a força resistente?

  1. Pinça.
  2. Alicate.
  3. Quebra-nozes.
  4. Carrinho de mão.
  5. Abridor de garrafa.

8. (Enem PPL 2018) Um carrinho de brinquedo funciona por fricção. Ao ser forçado a girar suas rodas para trás, contra uma superfície rugosa, uma mola acumula energia potencial elástica. Ao soltar o brinquedo, ele se movimenta sozinho para frente e sem deslizar.

Quando o carrinho se movimenta sozinho, sem deslizar, a energia potencial elástica é convertida em energia cinética pela ação da força de atrito

  1. dinâmico na roda, devido ao eixo
  2. estático na roda, devido à superfície rugosa.
  3. estático na superfície rugosa, devido à roda.
  4. dinâmico na superfície rugosa, devido à roda.
  5. dinâmico na roda, devido à superfície rugosa.

9. (Enem 2018 PPL) Para que se faça a reciclagem das latas de alumínio são necessárias algumas ações, dentre elas:

1) recolher as latas e separá-las de outros materiais diferentes do alumínio por catação;

2) colocar as latas em uma máquina que separa as mais leves das mais pesadas por meio de um intenso jato de ar;

3) retirar, por ação magnética, os objetos restantes que contêm ferro em sua composição.

As ações indicadas possuem em comum o fato de

  1. exigirem o fornecimento de calor.
  2. fazerem uso da energia luminosa.
  3. necessitarem da ação humana direta.
  4. serem relacionadas a uma corrente elétrica.
  5. ocorrerem sob a realização de trabalho de uma força.

10. (Enem 2016) Uma invenção que significou um grande avanço tecnológico na Antiguidade, a polia composta ou a associação de polias, é atribuída a Arquimedes (287 a.C. a 212 a.C.). O aparato consiste em associar uma série de polias móveis a uma polia fixa. A figura exemplifica um arranjo possível para esse aparato. É relatado que Arquimedes teria demonstrado para o rei Hierão um outro arranjo desse aparato, movendo sozinho, sobre a areia da praia, um navio repleto de passageiros e cargas, algo que seria impossível sem a participação de muitos homens. Suponha que a massa do navio era de 3 000 kg, que o coeficiente de atrito estático entre o navio e a areia era de 0,8 e que Arquimedes tenha puxado o navio com uma força , paralela à direção do movimento e de módulo igual a 400 N. Considere os fios e as polias ideais, a aceleração da gravidade igual a 10 m/s2 e que a superfície da praia é perfeitamente horizontal.

O número mínimo de polias móveis usadas, nessa situação, por Arquimedes foi

O número mínimo de polias móveis usadas, nessa situação, por Arquimedes foi

  1. 3
  2. 6
  3. 7
  4. 8
  5. 10

11. (Enem 2016) O trilho de ar é um dispositivo utilizado em laboratórios de física para analisar movimentos em que corpos de prova (carrinhos) podem se mover com atrito desprezível. Afigura ilustra um trilho horizontal com dois carrinhos (1 e 2) em que se realiza um experimento para obter a massa do carrinho 2. No instante em que o carrinho 1, de massa 150,0 g, passa a se mover com velocidade escalar constante, o carrinho 2 está em repouso. No momento em que o carrinho 1 se choca com o carrinho 2, ambos passam a se movimentar juntos com velocidade escalar constante. Os sensores eletrônicos distribuídos ao longo do trilho determinam as posições e registram os instantes associados à passagem de cada carrinho, gerando os dados do quadro.

 trilho de ar é um dispositivo utilizado em laboratórios de física para analisar movimentos em que corpos de prova (carrinhos) podem se mover com atrito desprezível.  trilho de ar é um dispositivo utilizado em laboratórios de física para analisar movimentos em que corpos de prova (carrinhos) podem se mover com atrito desprezível.

Com base nos dados experimentais, o valor da massa do carrinho 2 é igual a

  1. 50,0 g.
  2. 250,0 g.
  3. 300,0 g.
  4. 450,0 g.
  5. 600,0 g.

12. (Enem 2016 PPL) No dia 27 de junho de 2011, o asteroide 2011 MD, com cerca de 10 m de diâmetro, passou a 12 mil quilômetros do planeta Terra, uma distância menor do que a órbita de um satélite. A trajetória do asteroide é apresentada na figura.

 No dia 27 de junho de 2011, o asteroide 2011 MD, com cerca de 10 m de diâmetro, passou a 12 mil quilômetros do planeta Terra, uma distância menor do que a órbita de um satélite. A trajetória do asteroide é apresentada na figura.

A explicação física para a trajetória descrita é o fato de o asteroide

  1. deslocar-se em um local onde a resistência do ar é nula.
  2. deslocar-se em um ambiente onde não há interação gravitacional.
  3. sofrer a ação de uma força resultante no mesmo sentido de sua velocidade.
  4. sofrer a ação de uma força gravitacional resultante no sentido contrário ao de sua velocidade.
  5. estar sob a ação de uma força resultante cuja direção é diferente da direção de sua velocidade.

13. (Enem 2015 PPL) Num sistema de freio convencional, as rodas do carro travam e os pneus derrapam no solo, caso a força exercida sobre o pedal seja muito intensa. O sistema ABS evita o travamento das rodas, mantendo a força de atrito no seu valor estático máximo, sem derrapagem. O coeficiente de atrito estático da borracha em contato com o concreto vale μe = 1,0 e o coeficiente de atrito cinético para o mesmo par de materiais é μc= 0,75. Dois carros, com velocidades iniciais iguais a 108 km/h, iniciam a frenagem numa estrada perfeitamente horizontal de concreto no mesmo ponto. O carro 1 tem sistema ABS e utiliza a força de atrito estática máxima para a frenagem; já o carro 2 trava as rodas, de maneira que a força de atrito efetiva é a cinética. Considere g = 10 m/s2 .

As distâncias, medidas a partir do ponto em que iniciam a frenagem, que os carros 1 (d1) e 2 (d2) percorrem até parar são, respectivamente,

  1. d1 = 45m e d2 = 60m.
  2. d1 = 60m e d2 = 45m.
  3. d1 = 90m e d2 = 120m.
  4. d1 = 5,8 x 102m e d2 = 7,8 x 102 m.
  5. d1 = 7,8 x 102 m e d2 = 5,8 x 102m.

14. (Enem 2014) O pêndulo de Newton pode ser constituı́do por cinco pêndulos idênticos suspensos em um mesmo suporte. Em um dado instante, as esferas de três pêndulos são deslocadas para a esquerda e liberadas, deslocando-se para a direita e colidindo elasticamente com as outras duas esferas, que inicialmente estavam paradas.

 O pêndulo de Newton pode ser constituı́do por cinco pêndulos idênticos suspensos em um mesmo suporte.

O movimento dos pêndulos após a primeira colisão está representado em.

  1. O movimento dos pêndulos após a primeira colisão está representado em.
  2. O movimento dos pêndulos após a primeira colisão está representado em.
  3. O movimento dos pêndulos após a primeira colisão está representado em.
  4. O movimento dos pêndulos após a primeira colisão está representado em.
  5. O movimento dos pêndulos após a primeira colisão está representado em.

15. (Enem 2014) Para entender os movimentos dos corpos, Galileu discutiu o movimento de uma esfera de metal em dois planos inclinados sem atritos e com a possibilidade de se alterarem os ângulos de inclinação, conforme mostra a figura. Na descrição do experimento, quando a esfera de metal é abandonada para descer um plano inclinado de um determinado nı́vel, ela sempre atinge, no plano ascendente, no máximo, um nı́vel igual àquele em que foi abandonada.


 Para entender os movimentos dos corpos, Galileu discutiu o movimento de uma esfera de metal em dois planos inclinados sem atritos e com a possibilidade de se alterarem os ângulos de inclinação, conforme mostra a figura.

Se o ângulo de inclinação do plano de subida for reduzido a zero, a esfera

  1. manterá sua velocidade constante, pois o impulso resultante sobre ela será nulo.
  2. manterá sua velocidade constante, pois o impulso da descida continuará a empurrá-la.
  3. diminuirá gradativamente a sua velocidade, pois não haverá mais impulso para empurrá-la.
  4. diminuirá gradativamente a sua velocidade, pois o impulso resultante será contrário ao seu movimento.
  5. aumentará gradativamente a sua velocidade, pois não haverá nenhum impulso contrário ao seu movimento.

16. (Enem 2013) Em um dia sem vento, ao saltar de um avião, um paraquedista cai verticalmente até atingir a velocidade limite. No instante em que o paraquedas é aberto (instante TA), ocorre a diminuição de sua velocidade de queda. Algum tempo após a abertura do paraquedas, ele passa a ter velocidade de queda constante, que possibilita sua aterrissagem em segurança.

Que gráfico representa a força resultante sobre o paraquedista, durante o seu movimento de queda?

  1. Que gráfico representa a força resultante sobre o paraquedista, durante o seu movimento de queda?
  2. Que gráfico representa a força resultante sobre o paraquedista, durante o seu movimento de queda?
  3. Que gráfico representa a força resultante sobre o paraquedista, durante o seu movimento de queda?
  4. Que gráfico representa a força resultante sobre o paraquedista, durante o seu movimento de queda?
  5. Que gráfico representa a força resultante sobre o paraquedista, durante o seu movimento de queda?





.