Home > Propostas de Redação > Saúde >

Os impactos da telemedicina na saúde brasileira

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema "Os impactos da telemedicina na saúde brasileira", apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.


TEXTO I

O que é telemedicina?

O termo telemedicina tem origem na palavra grega ‘tele’, que significa distância. Também é usada para formar as palavras telefone, televisão etc. Assim, a telemedicina abrange toda a prática médica realizada à distância, independente do instrumento utilizado para essa relação. A prática tem origem em Israel e é bastante aplicada nos Estados Unidos, Canadá e países da Europa.

Desde seu início, na década de 1950, a telemedicina mudou e avançou muito. Antes, poucos hospitais utilizavam televisões para chegar a pacientes em locais remotos. Mas com o avanço dos meios de comunicação, o contato entre médico e paciente ou entre os profissionais de saúde ficou mais simples e prático: a relação e a troca de informações foi ampliada com o telefone fixo, depois com os celulares, e se tornou ainda mais rápida com a internet. Computadores, tablets e smartphones facilitam as videoconferências e o avanço da Inteligência Artificial (IA) leva conhecimento ao alcance de todos.

Disponível em: https://portaltelemedicina.com.br/blog/telemedicina-o-que-e-e-como-funciona


TEXTO II

Assistência médica em lugares distantes

O Brasil é um país de dimensões continentais, com lugares remotos e de difícil acesso, inclusive, para a chegada de profissionais da área médica. Com isso, uma parte da população fica desassistida de maneira parcial e, até mesmo, integralmente.

Mas essa realidade tem mudado de maneira considerável com a regulamentação, adoção e implantação da Telemedicina no Brasil. Com isso, a população que está distante dos centros urbanos pode ter acesso a diagnósticos e acompanhamento médico especializado, evitando os grandes deslocamentos e consumo de recursos financeiros que, na maioria das vezes, são escassos.

Uma população sadia gera fortes impactos sociais para o sistema de saúde do Brasil, diminuindo os gastos públicos com a redução de procedimentos e internações. Além disso, com o uso da Telemedicina, haverá tendência da elevação da idade média da população.

Disponível em: https://drtis.com.br/2020/06/23/impactos-sociais-da-telemedicina-no-brasil/


TEXTO III

Um ponto negativo, conforme o especialista, é que a relação perde em proximidade, mas os profissionais da saúde terão que levar isso em conta e se capacitar ainda mais. “Não vai ser simplesmente colocar o médico atrás da câmera e dar o mesmo tipo de consulta que ele fazia até então. Agora ele vai ter que estar ciente de que a preocupação do paciente é ainda maior, porque ele tem esse afastamento e a perda de alguns sentidos no canal de comunicação, sem ter a percepção apurada da reação do profissional. O médico terá que ser mais compreensivo. Porém, os ganhos são muito maiores do que as perdas”, completa.

Disponível em: https://portalhospitaisbrasil.com.br/telemedicina-e-os-impactos-da-tecnologia-para-a-saude/




.