Home > Propostas de Redação > Meio-Ambiente >

Caminhos para o combate da crise hídrica brasileira

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo na modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema "Caminhos para o combate da crise hídrica brasileira", apresentando proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.


TEXTO I

Uma verdadeira caixa d’água no coração do Brasil. É assim que o cerrado é visto por especialistas ligados aos recursos hídricos do país. Considerado um berço das águas, o bioma da região central brasileira possui grande importância estratégica para o abastecimento e manutenção de uma rica biodiversidade. Com grandes reservas subterrâneas de água doce, o cerrado faz conexões ao norte, com a Amazônia; ao nordeste, com a Caatinga; a sudoeste, com o Pantanal; e a sudeste, com a Mata Atlântica, o que faz com que haja importantes relações ecológicas entre ele e os biomas vizinhos.

De acordo com o Museu do Cerrado, iniciativa da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (FA/UnB), o cerrado possui 19.864 nascentes, 23,6% de todas as nascentes brasileiras, além de três grandes aquíferos: Guarani, Bambuí e Urucuia. Mas, a riqueza hídrica requer mais cuidados: uma vez que distribui água por todo o país, a escassez na região afeta o Brasil. Na última reportagem da série especial sobre o cerrado, especialistas advertem quanto às ameaças nascentes e rios da região.

Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/cidades-df/2020/09/4875052-escassez-de-agua-no-cerrado-poe-em-risco-abastecimento-de-todo-o-pais.html


TEXTO II

A economia brasileira é extremamente dependente de seus recursos hídricos e da biota aquática. Cerca de 65% da energia no país é gerada por meio de usinas hidrelétricas e a agricultura, que contribui com 25% do PIB nacional, consome aproximadamente 750 mil litros de água por segundo, sem considerar o abastecimento humano e o uso da água pela indústria. O estudo aponta que a distribuição e a demanda são muito desiguais no país pelos mais diferentes aspectos, tais como ocorrência de secas, inundações, ameaças à biodiversidade, aplicação de instrumentos políticos, além do monitoramento da qualidade e quantidade das águas superficiais e subterrâneas.

Disponível em: https://socientifica.com.br/crise-hidrica-pode-assolar-o-brasil-em-2030-afetando-milhoes-de-pessoas/


TEXTO III

Disponível em: https://www.facebook.com/mbnery/posts/1077893768934423:0


TEXTO IV

Disponível em: https://observatorioconflitosaguarmcuritiba.wordpress.com/2015/12/10/charges/crise-hidrica/


.