Home > Blog da Agatha > Guia de estudos >

Como Estudar Pelas Provas Passadas do Enem


Atualizada em 20 de Outubro, 2019

Aprenda sobre como estudar pelas provas passadas do enem, e obter melhores resultados.

O que você terá aprendido ao final desse post?

  • 1. As vantagens de estudar pelas provas passadas
  • 2. Quais seriam as desvantagens
  • 3. Como estudar as provas anteriores do enem
  • 4. Como estudar por questões
  • 5. Estudar por questões comentadas
  • 6. Como estudar por questões Enem ou vestibular

1. Quais são as vantagens de estudar pelas provas passadas?

São várias, a principal é que você pode conhecer exatamente como funciona a prova, o que é um diferencial principalmente quando você ainda vai prestar a sua primeira prova. Além de você sabe os conteúdos mais cobrados, como são cobrados, a tendência em relação a quantidade de temas ao longo do tempo, consegue perceber as suas necessidades e onde tem melhor desempenho, além de não ter aquela pressão de não saber como é a prova em si. Assim como treinar o seu tempo em relação às questões e a redação, que comumente é um problema para diversos estudantes que não conseguem responder todas as questões da prova.

As provas do Enem muitas vezes perguntam sobre temas do cotidiano, então aquele conhecimento geral obtido no jornal, no "Globo Rural" ou aquela curiosidade sua, pode ajudar a resolver uma questão, então realizar as provas te dará uma dimensão sobre como esses temas são abordados na prova.

Uma outra questão importante é, muita gente afirma que não vale a pena realizar as provas passadas, pois a cada ano as questões caem de forma diferente.

Logo isso não é uma ideia válida, primeiro porque algumas questões de anos anteriores são repetidas com algumas mudanças, e em segundo porque não são as questões que devem ser repetir, e sim os temas, essa compreensão de que cai tudo diferente, é a prova da falta de conhecimento de como funciona a prova, e deve servir de exemplo para que você busque entender o funcionamento.

2. Quais seriam as desvantagens?

As desvantagens seriam em relação a estudar somente pela prova, o motivo seria dar prioridade a certas questões que você acredita que são mais importantes, e não estudar um menos cobrados ou uma que você não acredite ser importante, pois uma grupo de questões menos cobradas podem representar uma quantidade grande ao longo da prova, além de que algumas vezes é necessário estudar uma parte básica da matéria não tão cobrada para estudar uma com mais questões (como na química ou matemática), tirando o fato que algumas provas podem dar a falsa impressão sobre a importância de estudar algum tema, também como temas interdisciplinares.

3. É como estudar pelas provas passadas?

É de extrema importância que você realize as provas passadas, pelo menos quatro últimas anteriores, além de ver os temas mais cobrados, e como foram cobrados, antes de estudar, isso irá te dar uma visão sobre o funcionamento da prova, mas isso não impede de estudar "todos os conteúdos" ou "dar valor ao mais cobrado", porém você ira saber o que sabe mais e o que sabe menos.

4. Como estudar por questões Enem ou vestibular

A dica aqui seria realizar as questões divididas por temas primeiro, é só depois focar nas provas passadas que naturalmente contam com uma variação maior de questões, ou intercalar esse processo realizando todos os meses uma prova completa do Enem, pois fazendo isso, em seis meses realizaria todas as provas de 2013 a 2018, obviamente faltando três meses para a prova esse número poderia subir para dois, realizando assim as provas de 2010 a 2018.

Nesse período tente ao máximo organizar os dados sobre a quantidade de questões erradas, e quais foram os motivos do erros (falta de atenção, cansaço, não saber resolver), inclusive existem diversos fatores que atrapalham nos estudos etc. É use uma tabela de controle de estudos, além de olhar resoluções no YouTube, aqui também cabe uma observação, questões em houvera uma demora ou muitos cálculos, entram nas questões onde é conveniente assistir resoluções em vídeo devido à possibilidade de haver outras formas menos complexas de resolver aquele cálculo.

.