Home > Blog da Agatha > Guia de estudos >

Por onde começar estudar:


Atualizada em 10 de Outubro, 2019

Saber por onde começar, ou qual caminho seguir no momento de estudar pode ser desafiador, nessa sugestão de roteiro que naturamente você pode adaptar, você aprendera o passo a passo de por onde começar a estudar, antes de iniciar, a sugestão é anotar em uma papel, e colar perto de onde estuda, isso é necessário para não esquecer os processos do roteiro de estudos.



O passo a passos para estudos mais produtivos

1. Saiba o que vai aprender

Primeiro entenda o que vai estudar, entenda sobre o que ela trata, e sobre “Citologia”? “sem problemas”, pesquise sobre o que o tema explica, entendeu? ok. Agora explique a si mesmo sobre o que ele se trata, a importância da materia, como ela é cobrada na sua prova, anote isso, sempre que for estudar, leia, e se lembre, isso é fundamental.

2. Organizar os conteúdos previamente

O segundo passo é se planejar previamente, isso inclui os dias da semana, horários disponíveis, principalmente quando existem outras atividades, além de se precaver para possíveis problemas. Esse momento também é importante para organizar os seus materiais, e comprar o que não está disponível, além de observar os locais onde estudará, além de outros pontos importantes que serão visto ao longo do artigo.

3. Definindo as suas metas

A definição de metas é de extrema importância para se manter ativo nos estudos, o motivo? Se manter animado ao longo do processo é essencial. A melhor forma nesse caso seria utilizar uma placa de PVC ou madeira, com pequenos blocos de papel com os motivos de estudar, e as suas metas.

Ex: Quero entrar na faculdade, porque tenho um sonho de ser Biólogo. Quero estudar matemática porque nunca consegui aprender na época da escola, e quero me desafiar a isso.

Todas as vezes que for estudar ou se desanimar, olhe o conteúdo, e sempre lembre de atualizar o mesmo, lembrando que frases motivacionais ajudam bastante.

4. Cronogramas de Estudos

Seguir um cronograma de estudos é essencial, por motivos como:
4.1 Você sabe o que vai estudar mês a mês, e sabe que vai dar conta.
4.2 Não vai deixar a matéria sem estudar.
4.3 Terá mais incentivos por perceber que conseguiu estudar uma quantidade de conteúdos, e a percepção que está progredindo, e isso afeta a autoestima.

Na internet existem vários, porém é preciso se ater tanto com o período de criação, quanto a quantidade de meses ou semanas que o cronograma de estudos abrange, pois algo muito comum é a utilização de um cronograma que algum cursinho ou youtubers famosos disponibilizam, e depois o estudante não dá conta devido ele ter de um número grande de semanas.

Aqui no site do Projeto Agatha você encontra cronogramas gratuitos para o Enem e Vestibulares que contam com sugestões de videoaulas e diversas listas de questões dividas por matéria.

5. Plano de Estudos

Você precisa seguir um plano, como fazer? Primeiro precisa numerar a quantidades de temas, e dividir pela quantidade de semanas que precisa estudar, sempre separando dias para a revisão pré Enem, e refazer as provas passadas.

6. Meios de Estudos

Não adianta estudar pouco, e achar que vai aprender tudo, o estudo é um processo, é um processo tem etapas, é isso requer tempo, para otimizar esse processo, podemos, e devemos utilizar diversos meios, como, por exemplo, aplicativos, flash cards, mapas mentais, músicas, livros, apostilas, imagens, quadros etc.

7. Como Aprender os Conteúdos

Cada matéria tem as suas peculiaridades, linguagens exigem conhecer os diferentes tipos de textos, figuras de linguagem, norma culta e variação linguística, etc. Já matemática por sua vez exige cálculo, raciocínio lógico. Física exige aprender a teoria e prática, então é preciso aprender trabalhar nas duas formas. Além disso, a interpretação de texto é importante em todas, então pesquise as competência e conhecimentos necessários para estudar as matérias.

8. Ler Resumo

A internet é a “casa de deus”, então peguem um resumo básico, você precisara entender aos poucos, qualquer matéria pode ser bem extensa, então vamos com calma, lá tem muitos resumos, pegue um simples, leia, explique o assunto para si, releia ele, se explique novamente, entendeu? Sim? Não? Não se desespere.

9. Videoaula curta

Autoestima é tudo, então não a destrua, primeiramente assista vídeos curtos para entender a matéria, assista a segunda vez. Uma dica muito importante, veja antes de dormir, ou enquanto almoça, no ônibus, ou quando acordar, videosaulas são muito boas por estarem disponíveis sempre (por que você tem um professor), mas elas não entram na cabeça de uma vez (nem da segunda). Outra dica é ir ouvindo quando estiver na rua, em humanas essa dica pode ser bastante útil. Caso assistas aulas longas, faça pausar, para não se cansar ou ter sono, pare a cada quinze minutos, e novamente se explique sobre o que assistiu.

10. Exercícios I

Vamos fazer alguns exercícios, a dica é, antes de iniciar um tema, ou ao estudar uma parte, pegue algumas questões na internet, pode ser do ensino médio, ou vestibular, não tem problema, a ideia aqui é dimensionar o seu entendimento em relação ao tema.

Outro ponto, quando fazer os exercícios? Algumas pessoas fazem depois de estudar, outras um dia após. Eu te proponho algo diferente, fuja do padrão, como já dito anteriormente, faça exercícios antes de estudar, depois de estudar (mesmo dia), e no dia posterior. Entenda bem, não adianta estudar horas é não praticar os exercícios.

11. Leitura completa

Agora chegamos em um ponto interessante, depois de ter lido os resumos, é hora de se dedicar a uma leitura mais longa, e para obter uma maior fixação exitem três coisas necessárias.

11.1 Técnica Pomodoro

Essa técnica consiste em realizar intervalos de 5 minutos a cada 25 minutos.

11.2 Ler em voz alta

Além de evitar aquele sono durante a leitura, você trabalha outros sentidos.

11.3 Se explicar o conteúdo

A cada trecho ou parte do texto, busque se explicar o conteúdo.

11.4 Resumo com questões

A partir da leitura criei algumas perguntas, e respondas as mesmas, elas vão auxilias nas revisões, lembrando que essa tática se aplica melhor as matérias com muita teoria.

12. Videoaula II

Esse é o momento onde você já assistiu as videoaulas curtas (tópico 9), e vai para conteúdo mais longos, assim como no tópico anterior (leitura completa), você pode, e deve realizar a técnica Pomodoro, leitura em voz alta e se explicar o conteúdo, além de fazer as anotações dos temas abordados devido ao fato de que como as videoaulas são para um vestibular específico, você precisa saber o que exatamente é cobrado, e também é interessante anotar as datas, e os períodos de cada videoaula assistida, organização é tudo.

13. Exercícios II

Aqui chega a hora de pegar as suas listas de exercícios, e a Agatha te ajuda com isso, além das questões do Enem e vestibulares divididas por matéria, você encontra as provas passadas e simulados. Também é importante ter uma tabela para ao longo do tempo saber a quantidade de questões que acertou e errou.

14. Análise do Estudo

Você entendeu sobre o quê o tema se trata? Foi bem ou mal nos exercícios? Se foi mal, saiba que precisa focar mais, se for bem, não se engane, achar que sabe tudo é um problema (achar que não sabe nada também). Nesse momento saber o motivo do erro é de extrema importância, e pode ser por falta de paciência, saúde, tempo, dedicação, material de qualidade, conhecimento básicos, ou por não entener a parte da lógica dos calcúlos etc

15. Revisões

Uma dica é sempre fazer revisões, e para não esquecer o tema, a dica é fazer a revisão diária, ao terceiro dia, ao sétimo, quinze dias após o estudo, e por fim, ao final de 30 dias. Outra forma de revisar o conteúdo é utilizando uma prática que eu particulamente odiava na época da escola que é criar perguntas com base nos textos, e responder as mesmas, pelo fato de que ficara muitos mais fácil revisar depois, mas obviamente devemos nos atentar ao fato que em casos como matemática essa tarefa é mais complicada, aqui cabe ter no cadernos os calcúlos, e os respectivos comentários sobre a forma para alcançar o resultado.

16. Mapas mentais

Sobre mapas mentais, eles são ótimos para Biologia, Física etc. mas não fique desenhado, geralmente isso requer tempo, pegue alguns na internet, ou em grupos do Facebook ou Instagram, lá existem locais específicos para isso. Se você quer render ao máximo, precisa abrir mão de coisas, o tempo dedicado aos resumos e mapas mentais, você pode usar em revisões, mais exercícios, ou em descansar para estudar mais um pouco.

.